Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Verde Vermelho

Podia ser um blog sobre Portugal. Podia ser um blog sobre mim. Podia ser um blog sobre coisas boas e más. Podia ser um blog humorístico. Podia ser um blog a tentar ser humorístico. Podia ser um blog sobre qualquer coisa. Pois podia.

Podia ser um blog sobre Portugal. Podia ser um blog sobre mim. Podia ser um blog sobre coisas boas e más. Podia ser um blog humorístico. Podia ser um blog a tentar ser humorístico. Podia ser um blog sobre qualquer coisa. Pois podia.

Verde Vermelho

11
Abr17

Se é adulto e tem muito tempo para si, parabéns! Esse é o seu Euromilhões!

Joana

Nesta semana de Páscoa, estou a trabalhar a meio gás. Decidi fazê-lo, antes de mais, porque a situação o permite, mas muito pela necessidade de impor a mim mesma algum tempo. E eis o que mais me falta neste momento: tempo. Se há coisa que sinto que a vida que levo me está a roubar é este espaço que antes tinha e vejo cada vez mais a desaparecer. Sei que poderia pôr um travão a algumas coisas, mas também tenho a perceção de que se não apostar agora, enquanto não há filhos e situações mais complexas, talvez nunca o faça. A parte má da coisa é que eu não sou sempre forte nem otimista - ao contrário do que 90% das pessoas que lidam comigo pensam - e há fases em que me vou bastante abaixo, por perceber que a profissão limita tudo o resto - a vida de casa, o tempo para mim e para a minha família. Nos momentos de maior desgaste, sinto-me mesmo "presa" e não consigo lidar bem com isso.

 

Ou seja, neste momento todos os pequenos instantes de pausa são importantes instantes de pausa. Se até final deste ano letivo - após este pequeno intervalo - não vou querer abrandar muito o ritmo, sobretudo nesta fase do ano, estou decidida a mudar algumas coisas a partir de setembro, nomeadamente não deixar que isto mantenha o padrão atual e que acaba por mudar - e muito! - todas as rotinas de casa - minhas e dos outros. Vai daí, estou a dedicar estes poucos dias a fazer o que tenho continuamente adiado - por ironia, também trabalho. Mas sobretudo casa: planeamento de refeições, compras, limpezas sem pressas, reposição de stocks, enfim... uma série de pequeninices, para as quais nunca tenho tempo e disposição e que me deixam muito satisfeita quando as consigo concretizar.

 

Se ontem foi dia da (primeira parte da) primeira investida nas limpezas e arrumações em casa, hoje o dia começou com arrumações na cozinha e com encomendas online de material de escritório - para a empresa, lá está. Acabei de a terminar e vou agora tratar da reposição do stock alimentar cá de casa. Depois é chegar, arrumar tudo, preparar o almoço, ir para a empresa tratar de contabilidade, fazer a limpeza semanal do espaço e ao final do dia ter uma aula e participar noutra, ambas de alguma exigência. Saída de lá, irei ao ginásio negociar algumas condições de frequência e, se ainda respirar, conto ainda preparar o jantar e regressar aqui ao meu amigo computador e organizar umas quantas (centenas de) pastas e documentos que se perderam por entre memórias externas e afins aquando do falecimento do meu antiguinho portátil e da mudança para o atual. Este é o plano. Vamos lá ver como me corre. E isto em período de meio gás. Imaginem se não fosse.

 

Acho que nunca senti tanto o peso da vida adulta. E isto ainda pode piorar, tenho a perfeita noção disso. Penso e repenso na situação e sei que organização tudo se consegue, mas... e tempo para organizar o tempo?

 

Digam-me que não sou só eu a pedecer deste mal.

 

 

É isto. Estão comigo?

 

1 comentário

Comentar post

Eu.

foto do autor

Instagramem-me!

@joaninha_me