Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Verde Vermelho

Podia ser um blog sobre Portugal. Podia ser um blog sobre mim. Podia ser um blog sobre coisas boas e más. Podia ser um blog humorístico. Podia ser um blog a tentar ser humorístico. Podia ser um blog sobre qualquer coisa. Pois podia.

Verde Vermelho

Podia ser um blog sobre Portugal. Podia ser um blog sobre mim. Podia ser um blog sobre coisas boas e más. Podia ser um blog humorístico. Podia ser um blog a tentar ser humorístico. Podia ser um blog sobre qualquer coisa. Pois podia.

12 de Fevereiro, 2018

Carnaval em Portugal - falta muito para aprender?

Joana

Não há um ano em que não esteja mais frio e mais chuva nos dias dos desfiles de Carnaval.

Todos os anos.

Todos os Carnavais.

Todos.

 

Estou em crer que este fim de semana prolongado seria de sol e de temperaturas amenas, caso não houvesse desfiles. Como somos teimosos e não damos o braço a torcer, S. Pedro fez o que faz todos os anos: trouxe chuva e frio. "Estou aqui a tentar passar uma mensagem, mas parece que aqueles portugueses não conseguem apanhar a ideia!", terá dito já centenas de vezes nos últimos anos. Já eu, fechada em casa a recuperar de uma gripe, estou a insultar mentalmente todos os responsáveis pelos desfiles de Carnaval deste belo país. Se comessem uma peça de fruta, em vez de se meterem nestas empreitadas, é que era bom.

 

 

12 de Fevereiro, 2018

A culpa não é do filme.

Joana

No fim de semana, eu e o J. pensámos em ir ao cinema. Esquecemo-nos é que era o primeiro fim de semana depois da estreia das 50 Sombras. Resultado: era tanta, mas tanta, mas tanta gente (da qual cerca de 98% miudagem), que rapidamente desistimos da ideia. Já não estávamos muito entusiasmados com a confusão, mas ao vermos tantas miúdas com hormonas aos saltos, com roupa de gosto duvidoso e que, até há uns anos, só serviria para certas camadas da sociedade que trabalham até altas horas e não descontam para a segurança social, e a insinuar-se aos rapazes que as acompanhavam (e a alguns que nem isso), desistimos mesmo. Para além de nos estarmos a tornar uns velhos do Restelo e o nosso espírito crítico disparar rapidamente em proporção da estupidez alheia, também apreciamos salas limpas e arejadas, pelo que decidimos dar uso aos nossos neurónios e sair dali o mais rapidamente possível.

 

E pronto, lá fica o meu querido Liam Neeson à espera mais uns dias.

Encontramo-nos num destes próximos dias de semana, a horas tardias e num cinema afastado dos grandes centros, Liam?