Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Verde Vermelho

Podia ser um blog sobre Portugal. Podia ser um blog sobre mim. Podia ser um blog sobre coisas boas e más. Podia ser um blog humorístico. Podia ser um blog a tentar ser humorístico. Podia ser um blog sobre qualquer coisa. Pois podia.

Verde Vermelho

Podia ser um blog sobre Portugal. Podia ser um blog sobre mim. Podia ser um blog sobre coisas boas e más. Podia ser um blog humorístico. Podia ser um blog a tentar ser humorístico. Podia ser um blog sobre qualquer coisa. Pois podia.

17
Jul18

Blogs - Escrever posts longos ou curtos?

Joana

Ora bem, vamos lá à eterna discussão no mundo dos blogues.

 

Eu sou pessoa de Letras. Literalmente. Gosto de palavras e de discursos bons e interessantes - independentemente de serem longos ou curtos. Importante é que sejam bem escritos. Do ponto de vista formal e de conteúdo.

Não sou daquelas pessoas que entra num blogue e a prioridade é ver a dimensão do post, para decidir se o vai ler ou não. Acho isso até um pouco triste. Uma coisa é adiar a leitura, por falta de tempo para se dedicar a interpretar e, quem sabe, a tecer algum comentário; outra é rejeitar por completo um artigo por ser grande demais. Cada vez mais, as pessoas leem menos. Pode parecer que não, mas eu estou em crer que sim. Vendem-se é mais livros, mas parece que o que importa é mostrar nas redes que se lê alguma coisa. Reflexo disso mesmo é a falta de tempo / pachorra / dedicação / interesse que as pessoas revelam ao não se dedicarem às coisas com a entrega que elas merecem. Geração Millennial no seu melhor?

 

Já encontrei por essa blogosfera alguns autores que se vangloriam de não terem pachorra para ler blogues que tenham sempre textos enormes - sendo que, para estas pessoas, e regra geral, o conceito de "enorme" significa mais de 10 linhas. Se isto, já por si só, é cómico de tão mau que é, pior se torna quando os comentários seguem a mesma linha e apoiam a teoria do "quanto mais curto e rápido, melhor". E pergunto-me eu, no meio destas selvas: qual é então, para estas pessoas, o propósito de ter um blogue e escrever nele? É que se for para deixar mensagens curtas, existe o Twitter; se for para encher de fotografias, há o Instagram; e se não é para dizer nada de jeito, é para ficar apenas e só guardado para quem o pensou. Já se é para escrever sobre algo interessante - o que, possivelmente, exigirá acima de 10 linhas - aí sim, é matéria para blogue.

 

Não critico quem escreva posts pequenos ou, apenas e só, de imagens ou pequenas situações - eu mesma, esporadicamente, o faço. Nem penso que a dimensão seja o que importa, mas sim o conteúdo. Há quem muito escreva e só diga disparates e quem quase nada diga e seja muito interessante. Mas rejeitar, desde logo, um blogue e/ou uma publicação por ter mais letras e menos imagens do que o expectável? Humm...Estranhos tempos, estes.

 

Para mim, é simples. Da mesma forma que a inteligência é a característica mais sexy em qualquer ser humano, também quando isso transparece na escrita torna tudo muito mais interessante.

 

E para vocês?

 

 

 

6 comentários

Comentar post