Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Verde Vermelho

Podia ser um blog sobre Portugal. Podia ser um blog sobre mim. Podia ser um blog sobre coisas boas e más. Podia ser um blog humorístico. Podia ser um blog a tentar ser humorístico. Podia ser um blog sobre qualquer coisa. Pois podia.

Verde Vermelho

Podia ser um blog sobre Portugal. Podia ser um blog sobre mim. Podia ser um blog sobre coisas boas e más. Podia ser um blog humorístico. Podia ser um blog a tentar ser humorístico. Podia ser um blog sobre qualquer coisa. Pois podia.

21 de Janeiro, 2015

Diz que aquele cheiro é perfume. Sim, e eu sou uma água de coco (atenção, que eu não disse "cócó").

Joana
Ofereceram ao J. um perfume tão, mas tão mau, mas de que ele gosta bastante (ou diz gostar), que eu não sei bem como vou aguentar isto. Hoje foi a primeira experiência de uso. O quarto ficou com aquele cheiro foleiro (e meio a mofo, que é ao que aquilo me cheira) espalhado por todo o lado de tal forma que, mesmo com este frio, tive de deixar a janela aberta quase 1h. Mesmo assim, ainda se sentia o fed... o cheiro, quando saí de casa. Fiquei enjoada.

Diz que o perfume só existe na Suiça e é um sucesso. Diz também que aquilo cheira a Jean Paul Gaultier (que é mau para mim, desde logo, mas que, comparado a este, é um de topo). E eu digo que de certeza que também há lojas de chineses na Suiça. Eles estão em todo o lado, não é? É que só pode.

(Tenho esperança que o J. não goste de sentir aquele cheiro durante todo o dia, porque eu não vou aguentar isto muito tempo. Acreditem que fui tomar um medicamento para as dores de cabeça antes de sair de casa, porque já não podia mais. Só para verem o estilo da coisa. Estou feita.)