Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Verde Vermelho

Podia ser um blog sobre Portugal. Podia ser um blog sobre mim. Podia ser um blog sobre coisas boas e más. Podia ser um blog humorístico. Podia ser um blog a tentar ser humorístico. Podia ser um blog sobre qualquer coisa. Pois podia.

Verde Vermelho

Podia ser um blog sobre Portugal. Podia ser um blog sobre mim. Podia ser um blog sobre coisas boas e más. Podia ser um blog humorístico. Podia ser um blog a tentar ser humorístico. Podia ser um blog sobre qualquer coisa. Pois podia.

26 de Outubro, 2018

E estas são as relações dos nossos dias.

Joana

En passant, no "Casados à primeira vista" português, vi uma noiva dizer à mãe, que chorava perante o anúncio do matrimónio às cegas, preocupada que estava com a decisão da filha:

- Ó mãe, não te preocupes. Não é nada de especial. Se der, deu. Se não der, divorcio-me. Não há problema, não é?

 

 

Oi? É assim que funcona, afinal? E eu a pensar que a coisa consistia em compromissos, cedências, sacrifícios, companheirismo e afins. Pfff.

 

Apeteceu-me responder à miúda: "Sim, e se tiveres o talão original, ainda podes pedir um valor pela devolução!"

 

[Está tudo doido, não está? Bem, mas esta também é a miúda que stressa porque não fuma enquanto a penteiam e maquilham, que diz ao noivo, no altar, "não te prometo amar-te" e que se vai casar neste programa, porque o seu namorado anterior também vai casar com uma desconhecida, por ser muçulmano. É capaz de estar explicado, é.]

 

 

2 comentários

Comentar post