Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Verde Vermelho

Podia ser um blog sobre Portugal. Podia ser um blog sobre mim. Podia ser um blog sobre coisas boas e más. Podia ser um blog humorístico. Podia ser um blog a tentar ser humorístico. Podia ser um blog sobre qualquer coisa. Pois podia.

Verde Vermelho

Podia ser um blog sobre Portugal. Podia ser um blog sobre mim. Podia ser um blog sobre coisas boas e más. Podia ser um blog humorístico. Podia ser um blog a tentar ser humorístico. Podia ser um blog sobre qualquer coisa. Pois podia.

28
Nov16

FI-NAL-MEN-TE acabaram as Black Fridays!

Joana

Era por todo o lado. A toda a hora. Já não conseguia aguentar mais. Era na rádio, na televisão, nos emails, nas SMS, nos cabeçalhos das páginas de notícias, em todas as redes sociais, em vídeos, em fotos, em TUDO! Raios partam estas americanices, digo-vos! Detesto estas coisas. Questiono-me, antes de tudo o resto, como é possível tantas pessoas terem tanto tempo disponível para irem a toda a superfície comercial fazer compras. Ninguém estava a trabalhar sexta feira passada e eu não dei conta? Nem que me pagassem me veriam lá nesse dia, acreditem. Não dá para mim.

 

No entanto, no meio disto tudo, e já de cabeça fria, chega-se a boas conclusões:

 

- há muito mais dinheiro do que se pensa que há;

- há muito mais poder de compra do que se pensa que há;

- há muito mais pessoas que não trabalham e, mesmo assim, recebem do que se pensa que há;

- há muito menos noção de poupança do que se pensa que há;

- há muito mais "cegueira" do que eu alguma vez pensei que houvesse.

- sou a única pessoa a pensar que se poupa sempre mais se não se gastar de todo, mas rapidamente o mundo me faz crer que estou errada.

 

Não digo que não tenha havido quem comprou bem, ou que soube fazer tudo com a devida cautela. Mas ouvir uma funcionária de caixa de uma empresa de restauração que está dentro de um centro comercial a dizer que nunca faturaram tanto no ano, como naquele dia, é capaz de dar uma noção mais real das coisas. No meio disto tudo, só tenho a dizer uma coisa: COITADAS das pessoas que trabalharam nos shoppings nesse dia. Nem imagino o dia delas.

 

 

30 comentários

Comentar post

Pág. 1/2