Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Verde Vermelho

Podia ser um blog sobre Portugal. Podia ser um blog sobre mim. Podia ser um blog sobre coisas boas e más. Podia ser um blog humorístico. Podia ser um blog a tentar ser humorístico. Podia ser um blog sobre qualquer coisa. Pois podia.

Verde Vermelho

Podia ser um blog sobre Portugal. Podia ser um blog sobre mim. Podia ser um blog sobre coisas boas e más. Podia ser um blog humorístico. Podia ser um blog a tentar ser humorístico. Podia ser um blog sobre qualquer coisa. Pois podia.

11 de Janeiro, 2012

"Ó Levas, ó Levas..."

Joana
Esta coisa do Paco Bandeira faz-me espécie. O homem é todo sorrisinhos, piadolas e simpatias para lá e para cá à entrada do tribunal. Põe-se a jeito para tirar fotografias, sempre a sorrir sem parar e chega a aparecer na sala do tribunal, a meio de uma espécie de divisória entre os réus e as testemunhas, a faser pose. O julgamento decorre. À saída, já se transformou. A mutação resulta num indivíduo totalmente mudo, de cara fechada e com aspeto de que mais cedo ou mais tarde irá explodir e dar cabo de umas quantas câmaras, e numa atitude quase violenta afasta os jornalistas, diz-lhes que se deviam dedicar a trabalhos verdadeiramente relevantes e deixar-se de foleiradas. 
Vejam lá isto, se tiverem um tempinho. Acho que o circo vale a pena.
O senhor denunciou logo assim, sem precisar de fazer grande coisa, que a sua personalidade não é tão sorrisinhos e "tenho uma vida que é de fazer inveja a qualquer um" como se pensa. Mas eu até acabo por concordar com o Sr. Paquito. Todo ele e o espetáculo que ele - e só ele - proporcionou é foleiro à brava. Nisso, ele foi um excelente companheiro de equipa dos jornalistas. 

3 comentários

Comentar post