Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Verde Vermelho

Podia ser um blog sobre Portugal. Podia ser um blog sobre mim. Podia ser um blog sobre coisas boas e más. Podia ser um blog humorístico. Podia ser um blog a tentar ser humorístico. Podia ser um blog sobre qualquer coisa. Pois podia.

Verde Vermelho

Podia ser um blog sobre Portugal. Podia ser um blog sobre mim. Podia ser um blog sobre coisas boas e más. Podia ser um blog humorístico. Podia ser um blog a tentar ser humorístico. Podia ser um blog sobre qualquer coisa. Pois podia.

18 de Junho, 2015

O meu conceito de ídolo não é igual ao teu.

Joana

Todos os vencedores do programa "Ídolos" são fracos. (Pronto, é a hora de atirarem fruta podre à minha pessoa). Ou eu não percebo nada, mas nada de música - que pode bem ser o caso - ou nenhum dos vencedores deste programa de talentos até hoje tem assim TANTA coisa que lhe valha o título de "ídolo". [Isto já para não falar que, muitas vezes, miúdos que cantam bem são tidos como maus e miúdos que cantam mal e estão quase a guinchar de tanto gritar são vistos como soberbos por esses jurizecos que acham que sabem tudo. Enfim, outros quinhentos.]

Andamos agora na fase de um tal Diogo Piçarra. Eu posso estar mesmo cansada e não saber apreciar bem as coisas ou andar a desenvolver algum tipo de infeção do trato auditivo que desconheça, mas o que tem este "cantor" que lhe mereça a visibilidade que está a começar a ter à conta daquele single em que canta com uma voz tão fininha que parece que algo lhe está a apertar mesmo muito nos "países baixos"? É mesmo muito má, quer a letra, quer a música, quer a voz, quer... tudo! Muito fraca mesmo.

Acho que vou ter mesmo de começar a desistir da rádio. E acreditem que ouço várias estações, bem distintas entre si. Mas, assim de repente, tirando a Antena 2, não estou a ver uma que não passe esta música. Que é má, muito má, reitero. E há tanta, mas tanta coisa boa por aí que merecia um mínimo destaque, fosse qual fosse, e que nem à rádio consegue chegar. Enfim, triste.

6 comentários

Comentar post