Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Verde Vermelho

Podia ser um blog sobre Portugal. Podia ser um blog sobre mim. Podia ser um blog sobre coisas boas e más. Podia ser um blog humorístico. Podia ser um blog a tentar ser humorístico. Podia ser um blog sobre qualquer coisa. Pois podia.

Verde Vermelho

Podia ser um blog sobre Portugal. Podia ser um blog sobre mim. Podia ser um blog sobre coisas boas e más. Podia ser um blog humorístico. Podia ser um blog a tentar ser humorístico. Podia ser um blog sobre qualquer coisa. Pois podia.

30 de Maio, 2013

Passadeiras não servem para conversar

Joana
E aquelas pessoas que se põem a conversar uma com a outra no passeio, mesmo viradas de frente para a passadeira e a falar para o lado? Depois vai um condutor (talvez aqui me esteja a referir a uma condutora em particular) cheio/a de boa vontade e precaução, abranda, para, aguarda e recebe de volta um olhar indignado (o problema é precisamente este - o olhar ser de indignação) das duas pessoas e percebe o quão palerma foi por ter considerado que se tratava de dois peões conscientes e sensatos, que desejavam atravessar a rua e sabem realmente, qual a função de uma passadeira.

E lá vai o/a condutora(a) seguindo o seu caminho e a pensar - talvez pela centésima vez esta semana - "Santa burrice!" (a dos peões, não a sua... acha ele/ela).