Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Verde Vermelho

Podia ser um blog sobre Portugal. Podia ser um blog sobre mim. Podia ser um blog sobre coisas boas e más. Podia ser um blog humorístico. Podia ser um blog a tentar ser humorístico. Podia ser um blog sobre qualquer coisa. Pois podia.

Verde Vermelho

Podia ser um blog sobre Portugal. Podia ser um blog sobre mim. Podia ser um blog sobre coisas boas e más. Podia ser um blog humorístico. Podia ser um blog a tentar ser humorístico. Podia ser um blog sobre qualquer coisa. Pois podia.

28 de Dezembro, 2017

Qual Flash, qual carapuça!

Joana

A coisa mais rápida que existe na vida - bem, na minha! - é a passagem do tempo. É impressionante. E não bastasse as normais constatações diárias de que ele anda por aí a chatear tudo e todos (olá, meus diversos cabelos brancos!), ontem levei uma chapada daquelas que deixam mesmo a cara a arder, quando me apercebi que uma rapariga com quem não falávamos há um anito foi mãe! Sim, exato, mãe. Ou seja, das 52 semanas do ano, nós não estivemos com ela umas 50 e foi precisamente nesse intervalo que se começou a manifestar a gravidez (já estava grávida quando estivemos com ela, mas, por segurança, nada nos disse e nós, atentos como não somos, achámos que a cara super inchada dela teria sido uma alergia, na altura) e ela pariu a criança. Ontem disse-me que tem um bebé com 5 meses. Fiquei parva. E senti-me ainda mais velha. Tenho para mim, que me nasceram em poucos minutos mais uma carrada de cabelos grisalhos.

 

Porra, o tempo passa MESMO muito mais rápido a partir dos trinta e meios e qualquer coisa mais. Há maneira de abrandar isto ou vai ser a cada dia pior? Digam-me a verdade, de uma vez só.